"Poque é pobrema Moro falar mau" ou "Que diabo de concurso foi esse?"

O Brasil, ou parte dele, espantou-se recentemente ao ver o superministro do atual governo, o justiceiro Moro, escorregar repetidamente no português. Li na internet o óbvio comentário dos bolsominions de plantão: que Lula também erra no português (dito de forma menos elegante). Há uma enrome diferença entre um e outro. Na verdade, é uma só: Lula foi eleito, Moro não.

Read More

Não é culpa da chuva é assassinato, mesmo !

Não é culpa da chuva é assassinato, mesmo !

Com um pouco de atraso, publico o texto-desabafo do amigo Dito, liderança respeitada e histórica dos movimentos de moradia, advogado e doutorando, sobre o descaso da sociedade (ou melhor, das classes altas), com tantas mortes - de gente pobre, negra, segregada - e a “culpa” que sempre é dada “a “falta de sorte”, à “natureza”, à “fatalidade”.Não é nada disso: é descaso mesmo, falta de gestão pública que se importe de fato com a população - toda ela.

Read More

Brumadinho: apenas um "incidente", segundo Zema

Brumadinho: apenas um "incidente", segundo Zema

Hoje o Governador de Minas, o “eficiente” Zema, do tal Partido Novo, que de novo nada tem, declarou que o rompimento da barragem de Brumadinho foi um “incidente” e que a Vale “reconheceu o erro” (leia aqui a reportagem da Fórum)

Em homenagem às vítimas desse “incidente”, publico aqui um vídeo feito pelo Pedro Junqueira e dois amigos, jovens estudantes que foram para lá para solidarizar-se, no âmbito do OPA — Observatório Popular dos Atingidos no Quadrilátero Ferrífero . Um retrato dos que vivem de fato a tragédia que o tal governador finge ignorar.

Read More