O “problema” do Centro de São Paulo não está nas ocupações de prédios vazios. Mas nos prédios vazios em si.

O “problema” do Centro de São Paulo não está nas ocupações de prédios vazios. Mas nos prédios vazios em si.

por Ana Gabriela Akaishi

Na gestão Fernando Haddad, São Paulo foi a única cidade do Brasil a criar um Departamento de Controle da Função Social da Propriedade, para fiscalizar imóveis ociosos no centro. Foram notificados cerca de dois milimóveis. Na atual gestão, quase nenhum, e o departamento foi drasticamente desprestigiado. Publico texto de Ana Gabriela Akaishi, que trabalhou lá, e hoje é Doutoranda na FAUUSP e pesquisadora do LabHab. Mais uma a fazer balbúrdia na universidade. Traz informações pouco conhecidas sobre o perfil das propriedades abandonadas no centro de SP.

Read More

"Poque é pobrema Moro falar mau" ou "Que diabo de concurso foi esse?"

O Brasil, ou parte dele, espantou-se recentemente ao ver o superministro do atual governo, o justiceiro Moro, escorregar repetidamente no português. Li na internet o óbvio comentário dos bolsominions de plantão: que Lula também erra no português (dito de forma menos elegante). Há uma enrome diferença entre um e outro. Na verdade, é uma só: Lula foi eleito, Moro não.

Read More

Brumadinho: apenas um "incidente", segundo Zema

Brumadinho: apenas um "incidente", segundo Zema

Hoje o Governador de Minas, o “eficiente” Zema, do tal Partido Novo, que de novo nada tem, declarou que o rompimento da barragem de Brumadinho foi um “incidente” e que a Vale “reconheceu o erro” (leia aqui a reportagem da Fórum)

Em homenagem às vítimas desse “incidente”, publico aqui um vídeo feito pelo Pedro Junqueira e dois amigos, jovens estudantes que foram para lá para solidarizar-se, no âmbito do OPA — Observatório Popular dos Atingidos no Quadrilátero Ferrífero . Um retrato dos que vivem de fato a tragédia que o tal governador finge ignorar.

Read More

Civilisation ou barbarie?

Civilisation ou barbarie?

Dix jours avant les élections, des centaines de milliers, sinon des millions de *fake news* ont été diffusées par messages sur la plate-forme de communication Whatsapp, très populaire au Brésil. Steve Bannon, le gourou de la campagne de Trump sur internet, le mage des stratégies de fausses informations, a rencontré le fils de Bolsonaro il y a près d’un an. Une vidéo est apparue, montrant que Cambridge Analytics, l’entreprise accusée de faire la campagne d’espionnage politique de Facebook pour Trump, s’est impliquée au Brésil, où elle aurait près de 400.000 faux profils créés.

Read More

Dória..... #eletambémnão

Dória.....  #eletambémnão

Chega a ser interessante - para usar uma palavra amena - a declaração de Márcio França de que sua votação mostra que os eleitores votaram "pela mudança". Sendo ele o governador em exercício, vindo de 4 anos como vice-governador, não seixa de soar meio estranho. Márcio França sabe que passou ao segundo turno graças à uma onda de votos úteis do #elenão, uma reação ao fato de que Dória e Skaff se apressaram - cedo demais, para Skaff - em anunciar já no primeiro turno seu apoio ao fascista. temos alguma chance de ver Márcio França trilhar um caminho mais razoável, esse "da mudança" que ele já alardeou. Já disse também que terão que "segurá-lo" nos debates. Ele vem pra briga, pois ninguém mais do que ele odeia o Dória, e isso é um prazer de ver.

Arte: imagem da internet

Read More

Et le "juge" (?) Moro frappe à nouveau

Et le "juge" (?) Moro frappe à nouveau

 Désormais, les manipulations contre Lula et pour soutenir le coup d’État institutionnel sont plus claires que jamais, Moro n’est plus vu comme un juge impartial, les masses qui soutiennent Lula, et maintenant Haddad, ne sont plus dupes. Mais les classes-moyennes supérieures, cette élite très manipulée par la presse, se sert de ce mouvement pour abandonner tout scrupule et annoncer son appui au candidat fasciste.

Read More

Fernando Haddad e as virtudes do Estadista

Fernando Haddad e as virtudes do Estadista

Foi efetivamente no exercício da gestão pública que tive a oportunidade de observar de perto a excepcional virtude de Haddad para a governança. Alguns poucos exemplos concretos mostram, por seu significado simbólico, mesmo que vistos de um ponto de vista pessoal, o fazer político de Fernando Haddad, e sua qualidade de Estadista.

Read More